quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Fé e Mistério: A história do menino encontrado morto na serra

Capela: Romaria do 03 de Maio . Veneração ao cruzeiro da Divina Santa Cruz.

Fotos: Tárcio Araujo

Pedra do anjo - local onde o menino foi achado
No ano de 1903 um fato trágico mudou a história da Serra do Feiticeiro;Uma criança por nome de José Alexandrino, de apenas cinco anos, acompanhava a mãe quando pastoreava cabras pelas redondezas da serra. Ao entardecer, a criança se perdeu da mãe. Após 03 dias de buscas, o corpo do menino foi encontrado em estado de putrefação, deitado sob uma pedra. Perdido na serra, ele morreu de sede e fome. Os moradores de Lajes e região elegeram o local como solo sagrado.
Anos depois, a população construiu uma capela bem próximo à área onde o menino morreu. Os religiosos fincaram um cruzeiro que recebeu a denominação de "Divina Santa cruz". Todos os anos dezenas de fiéis fazem romarias sempre a cada dia 03 de Maio, data em que o corpo do menino foi achado.
Apesar da romaria do 03 de Maio já estar encorporada ao folclore religioso do município de Lajes, e dos vários relatos de curas obtidas, a igreja católica não inseriu o evento ao seu calendário religioso.

2 comentários:

Maria Lucimar disse...

Meu querido Tárcio, a Serra do Feiticeiro é um belo ecossistema onde a Caatinga predomina, bioma desprezado por muitos,no entanto tem sua beleza peculiar com uma flora e fauna endêmica.É com base nisto é que a escola Pedro II, irá desenvolver nestes próximos dias um projeto que envolve este ecossistema em todos aspectos desde o religioso até o ambiental mediante benefícios que este proporciona às comunidades que estão em seu entorno.
Como ex-aluno lhe convido a participar conosco, inclusive o Júlio. Será um prazer tê-los como parceiros neste projeto que tem como tema central " Ecossistema como Sustentabilidade de um Povo "

Maria Lucimar disse...

Meu querido Tárcio, a Serra do Feiticeiro é um belo ecossistema onde a Caatinga predomina, bioma desprezado por muitos,no entanto tem sua beleza peculiar com uma flora e fauna endêmica.É com base nisto é que a escola Pedro II, irá desenvolver nestes próximos dias um projeto que envolve este ecossistema em todos aspectos desde o religioso até o ambiental mediante benefícios que este proporciona às comunidades que estão em seu entorno.
Como ex-aluno lhe convido a participar conosco, inclusive o Júlio. Será um prazer tê-los como parceiros neste projeto que tem como tema central " Ecossistema como Sustentabilidade de um Povo "